O que é a visualização de dados? (definição, exemplos e boas práticas)

By Midori Nediger, Oct 05, 2020

o que é visualização de dadosAs palavras nem sempre nos dão uma visão muito precisa; dados brutos nem sempre contam a história mais convincente.

A mente humana é muito receptiva à informação visual, e é por isso que a visualização de dados é uma ferramenta poderosa para a comunicação.

Mas se isso parecer complicado e técnico demais, não se preocupe. Não precisa ser assim.

Este guia explicará os fundamentos da visualização de dados de uma forma que qualquer pessoa possa entender. Incluímos vários exemplos de diferentes tipos de visualizações de dados e quando usá-los em seus relatórios, apresentações, marketing e muito mais.

Índice

A visualização de dados é usada em toda parte.

As empresas usam esse recurso em seus relatórios, previsões e marketing.

visualização de dados


 

As organizações sem fins lucrativos usam visualizações de dados para colocar histórias e rostos em números.

visualização de dados

Fonte: Bill and Melinda Gates Foundation

Estudiosos e cientistas as usam para ilustrar conceitos e reforçar seus argumentos.

visualização de dados


 

Já os repórteres utilizam esta técnica para mostrar tendências e contextualizar seus artigos.

visualização de dados

Além de tornar seu trabalho mais profissional, as visualizações de dados também podem ser muito divertidas.

A visualização de dados é a apresentação visual de dados ou informações com o objetivo de comunicá-los de forma clara e eficaz aos leitores, o que se dá através da união entre arte e ciência. Normalmente, isso acontece na forma de um gráfico, infográfico, diagrama ou mapa.

Embora possa ser criativa e agradável de olhar, uma visualização de dados também deve ser funcional em sua comunicação visual.

visualização de dados

Para que é utilizada a visualização de dados?

Pode ser difícil compreender as informações, especialmente quando há um grande volume de dados envolvido. A visualização pode ajudar você e seu público a interpretar e entender os dados oferecidos.

Geralmente, utilizam-se elementos de narração visual para comunicar uma mensagem corroborada pelos dados.

Há muitas situações em que é uma boa ideia apresentar suas informações dessa forma.

A visualização de dados pode ser usada para:

  • Tornar os dados atraentes e fáceis de entender
  • Identificar tendências e situações atípicas dentro de um conjunto de dados
  • Contar uma história encontrada nos dados
  • Reforçar um argumento ou opinião
  • Destacar um ponto importante em um conjunto de dados

Vejamos alguns exemplos para cada caso de uso.

1. Torne os dados digeríveis e fáceis de entender

Muitas vezes, um grande conjunto de números é capaz de nos deixar tontos. Pode ser difícil encontrar o significado por trás de tantas linhas de informação.

A visualização nos permite enquadrar os dados de forma diferente usando ilustrações, gráficos, texto descritivo e design envolvente, além de agrupar e organizar os dados com base em categorias e temas, facilitando a separação em partes compreensíveis.

Por exemplo, este infográfico decompõe o conceito de neuroplasticidade de uma forma acessível:

visualização de dados

Fonte: NICABM

O mesmo vale para conceitos complexos e especializados. Com frequência, quebrar as informações de uma maneira que os leigos entendam não é tarefa fácil. Um infográfico que organiza as informações através de recursos visuais pode desmistificar conceitos para os leitores novatos.

visualização de dados


 

2. Identificar tendências e situações atípicas

Se você analisasse dados brutos manualmente, poderia levar muito tempo para notar padrões, tendências ou dados periféricos. Mas, usando ferramentas de visualização de dados, como os gráficos, você pode organizar um grande volume de informações com eficiência.

Melhor ainda, os gráficos permitem que você reconheça tendências muito mais rápido do que apenas olhando para os números.

Por exemplo, este é um gráfico simples gerado pelo Google Search Console que mostra a alteração nas pesquisas por “papel higiênico”. Como você pode ver, em março de 2020 houve um enorme aumento nas buscas pelo termo:

visualização de dados

Fonte: Como usar dados de SEO para impulsionar sua estratégia de marketing de conteúdo em 2020

Este gráfico mostra um outlier, ou seja, um valor atípico na tendência geral nas pesquisas relacionadas ao papel higiênico no Google. O motivo? O surto de COVID-19 na América do Norte. Com uma simples visualização de dados, conseguimos destacar uma anomalia, o que sugere a existência de uma história ou contexto por trás dos dados.

Carregar seus dados para criar esse tipo de recurso visual é fácil. Ao trabalhar no editor da Venngage, selecione um gráfico no painel esquerdo. Abra-o e encontre o botão verde IMPORTAR na guia DADOS. Em seguida, carregue o arquivo CSV e o gráfico automaticamente tornará suas informações visuais.

visualização de dados

3. Conte a história que há por trás dos dados

Números sozinhos não tendem a evocar uma resposta emocional, mas a visualização de dados pode contar uma história que dá significado a elementos abstratos.

Os designers usam técnicas como a teoria das cores, ilustrações, estilo de design e pistas visuais para estimular as emoções dos leitores, colocar rostos em números e introduzir uma narrativa às informações.

Por exemplo, este infográfico criado pela World Vision. No infográfico, os números são visualizados através de ilustrações de copos. Embora comparar valores possa impressionar os leitores, reforçar esses números com ilustrações provoca um impacto ainda maior.

visualização de dados

Fonte: World Vision

Enquanto isso, este infográfico usa dados para chamar a atenção para um problema muitas vezes ignorado:

visualização de dados

Leia mais: A Pandemia do coronavírus e a crise de refugiados

4. Reforçar um argumento ou opinião

Quando se trata de convencer as pessoas que você está certo, muitas vezes a máxima “ver para crer” precisa entrar em ação. Um infográfico ou gráfico eficaz pode tornar o seu argumento mais sólido e reforçar a sua criatividade.

Por exemplo, você pode usar um infográfico de comparação para comparar lados de um mesmo argumento, diferentes teorias, opções de produto/serviço, prós e contras e muito mais, especialmente se você estiver mesclando tipos de dado.

visualização de dados


 

5. Destacar um ponto importante em um conjunto de dados

Às vezes, usamos a visualizações de dados para tornar mais fácil para os leitores explorarem as informações e chegarem a suas próprias conclusões. Muitas vezes, porém, este recurso serve para contar uma história, apresentar um argumento específico ou incentivar os leitores a chegarem a um entendimento específico.

Os designers usam dicas visuais para direcionar o olho para diferentes pontos de uma página: formas, símbolos e cores que apontam ou destacam uma parte específica do recurso visual.

Por exemplo, neste caso, as cores contrastantes são usadas para enfatizar a diferença entre a quantidade de lixo enviado para aterros sanitários e o lixo reciclado:

visualização de dados


 

Eis outro exemplo. Desta vez, um círculo vermelho e uma seta são usados para destacar pontos no gráfico onde os números mostram uma queda:

visualização de dados


 

Destacar pontos de dados específicos ajuda o a contar uma história visual atraente.

 

6. Torne livros, postagens de blog, relatórios e vídeos mais envolventes

Na Venngage, usamos a visualização de dados para tornar nossas postagens de blog mais envolventes para os leitores. Quando escrevemos uma postagem de blog ou compartilhamos algo nas mídias sociais, gostamos de resumir os pontos-chave do nosso conteúdo usando infográficos.

O benefício adicional de criar recursos visuais envolventes, como os infográficos, é que isso permite que nosso site seja apresentado em publicações como The Wall Street Journal, Mashable, Business Insider, The Huffington Post e outros.

Isso ocorre porque as visualizações de dados são diferentes de muitos outros tipos de conteúdo que as pessoas consomem diariamente. Além de fazerem seu cérebro funcionar, elas combinam fatos concretos e números com elementos visuais impactantes, tornando conceitos complexos mais fáceis de entender.

Confira um exemplo de um infográfico da nossa autoria que recebeu bastante atenção da mídia:

visualização de dados

Leia a postagem do blog: Todas as traições em Game of Thrones

Criamos este infográfico porque várias pessoas da nossa equipe são grandes entusiastas de Game of Thrones e queríamos criar um recurso visual que ajudasse outros fãs a acompanhar a série. Como abordamos um assunto importante para muitas pessoas de uma forma original, o infográfico circulou amplamente na internet.

Se você é um site que procura promover seu conteúdo, um jornalista que deseja um explorar um ângulo original ou alguém que pretende criar um portfólio criativo, as visualizações de dados podem ser uma maneira eficaz de chamar a atenção das pessoas.

Tipos de visualizações de dados

As visualizações de dados podem vir em várias formas diferentes, pois as pessoas estão sempre criando maneiras novas e criativas de apresentar dados visualmente.

De um modo geral, elas se enquadram nessas categorias principais:

Infográficos

Um infográfico é uma coleção de imagens, gráficos e texto mínimo que fornece uma visão geral e fácil de entender sobre um assunto.

visualização de dados


 

Embora os infográficos possam assumir várias formas, eles normalmente são categorizados de acordo com os seguintes tipos:

  1. Infográficos estatísticos
  2. Infográficos informativos
  3. Cronogramas (ou linhas do tempo)
  4. Infográficos de processo
  5. Infográficos geográficos
  6. Infográficos de comparação
  7. Infográficos hierárquicos
  8. Infográficos de lista
  9. Currículo infográfico

Leia mais: O que é um infográfico? Exemplos, modelos e dicas de design

Gráficos

Nos termos mais simples, um gráfico é uma representação gráfica de informações. Ele usam símbolos visuais como linhas, barras, pontos, fatias e ícones para representar pontos de dados.

Alguns dos tipos mais comuns incluem:

  • Gráficos de barras
  • Gráficos de linhas
  • Gráficos de pizza
  • Gráficos de bolhas
  • Gráficos de barras empilhadas
  • Árvore
  • Nuvens de palavras
  • Pictogramas
  • Gráficos de área
  • Gráficos de dispersão
  • Gráficos de múltiplas séries

A questão que inevitavelmente se apresenta é: que tipo de gráfico devo usar para visualizar meus dados? Isso importa?

Resposta curta: sim, importa. Escolher um tipo de gráfico que não funciona com seus dados pode acabar deturpando e distorcendo o seu material.

Por exemplo: se você lida com dados há algum tempo, pode ter ouvido falar de algumas das controvérsias em torno dos gráficos de pizza. Um erro de iniciante que as pessoas costumam cometer é optar por esse tipo quando um gráfico de barras seria mais adequado.

Isso porque os gráficos de pizza exibem partes de um todo e são mais indicados para quando você deseja comparar proporções substancialmente diferentes. Como neste caso:

visualização de dados


 

Mas quando suas proporções são semelhantes, não é tão fácil diferenciar qual fatia é maior em um gráfico de pizza. É por isso que, na maioria dos outros casos, um gráfico de barras é uma aposta mais segura.

visualização de dados


 

Confira uma “cola” de truques para ajudá-lo a escolher o tipo certo de gráfico para seus dados:

visualização de dados


 

Leia mais: Como escolher os melhores tipos de gráficos para seus dados

Diagramas

Semelhante a um gráfico, o diagrama é uma representação visual da informação. Os diagramas podem ser bidimensionais e tridimensionais, e os tipos mais comuns incluem:

Os diagramas são usados para mapear processos, ajudar na tomada de decisões, identificar as raízes de um problema, conectar ideias e planejar projetos.

visualização de dados


 

Mapas

Um mapa é uma representação visual da área de um terreno. Os mapas mostram características físicas, como regiões, paisagens, cidades, estradas e corpos de água.

visualização de dados

Fonte: National Geographic

Um tipo comum de mapa com o qual você provavelmente se deparou em suas viagens é o mapa coroplético. Os mapas coropléticos usam tons e cores para indicar quantidades médias.

Por exemplo, um mapa de densidade de população usa tons cromáticos para mostrar a diferença na população de região para região:

visualização de dados


 

1. Evite distorcer os dados

Talvez este seja o ponto mais importante deste artigo. Embora as visualizações de dados sejam uma oportunidade para mostrar suas habilidades de design criativo, sua função nunca deve ser sacrificada pelo estilo.

Os gráficos, cores, formas e dimensionamento usados desempenham um papel na maneira como os dados são interpretados. Se quiser que suas informações sejam precisas e éticas, tenha cuidado para não as apresentar falsamente.

Há várias maneiras através das quais os dados pode ser distorcidos em um gráfico, como:

  • Criar linhas de base diferente de 0 para fazer com que os números pareçam maiores ou menores do que realmente são – isso é conhecido como “truncar” um gráfico
  • Compactar ou expandir a escala do eixo Y para fazer uma linha ou barra parecer maior ou menor do que deveria ser
  • Selecionar manualmente os dados para que apenas aqueles que você deseja incluir sejam apresentados no gráfico (ou seja, contar apenas parte da história)
  • Usar o tipo errado de gráfico ou diagrama para seus dados
  • Ir contra as convenções esperadas da visualização de dados

Como as pessoas usam a visualização de dados para reforçar suas opiniões, mantenha sempre um olhar crítico. Muitas vezes, os redatores usam esse recurso para distorcer os dados de uma forma que apoie suas opiniões, mesma que elas não sejam inteiramente verdadeiras.

visualização de dados

Leia mais: Conheça 5 maneiras através das quais os escritores usam gráficos para enganá-lo

 

2. Evite desordenar seu design com exageros

Quando se trata de melhores práticas, devemos recorrer a um dos precursores da visualização de dados: Edward Tufte. Ele cunhou o termo “chartjunk” (ou “tralha no gráfico”, em português), que se refere ao uso de elementos de design desnecessários ou confusos que distorcem ou obscurecem as informações em um gráfico.

Eis um exemplo de uma visualização de dados que sofre de “chartjunk“:

visualização de dados

Fonte: ExcelUser

Neste exemplo, a imagem da moeda está distraindo os leitores que tentam interpretar as informações. Observe como as fontes são minúsculas — quase ilegíveis. Erros como este são comuns quando um designers tenta priorizar o estilo em detrimento da função.

3. Conte uma história com seus dados

As visualizações de dados, como infográficos, oferecem espaço para combinar informações e estrutura narrativa em uma única página. Recursos visuais, como ícones e fontes em negrito, permitem destacar estatísticas e fatos importantes.

Por exemplo, você pode personalizar este modelo de visualização de dados para mostrar a vantagem de usar seu produto ou serviço (e publicá-lo nas redes sociais):

visualização de dados


 

Este exemplo depende fortemente de texto e ícones para contar a história dos seus dados:

visualização de dados


 

Este tipo de infográfico é perfeito para quem que não fica tão confortável com gráficos e diagramas. Também é uma ótima maneira de mostrar pesquisas originais, conseguir compartilhamentos nas redes sociais e impulsionar a notoriedade da marca.

 

4. Combine diferentes tipos de visualizações de dados

Embora você possa optar por manter a visualização de dados simples, combinar vários tipos de gráficos e diagramas pode ajudar a contar uma história mais coerente.

Não tenha medo de combinar gráficos, pictogramas e diagramas em um infográfico. O resultado será envolvente e rico em informações visuais.

visualização de dados


 

Dica de design: Este infográfico de visualização de dados é perfeito para organizações sem fins lucrativos personalizarem e incluírem em uma newsletter por e-mail para aumentar a conscientização sobre uma causa (e as doações).

Alternativamente, observe essa visualização de dados que também combina vários tipos de gráficos, pictogramas e imagens para envolver os leitores. Ela funcionaria bem em uma apresentação ou relatório sobre pesquisas de clientes, pontuações de atendimento ao cliente, desempenho trimestral e muito mais:

visualização de dados


 

Dica de design: Este infográfico é adequado para uma apresentação ou relatório sobre pesquisa de clientes, pontuação de atendimento ao cliente, desempenho trimestral e muito mais.

5. Use ícones para enfatizar pontos importantes

Os ícones são perfeitos para atrair os olhos que percorrem uma página. (Lembre-se: use dicas visuais!)

Se houver pontos de dados específicos que você deseja que os leitores vejam, colocar um ícone ao lado dele o tornará mais perceptível:

visualização de dados


 

Dica de design: Este modelo infográfico pode trazer bons resultados nas redes sociais, incentivando compartilhamentos e impulsionando a notoriedade da marca.

Você também pode combinar ícones com cabeçalhos para indicar o início de uma nova seção.

Enquanto isso, este exemplo usa ícones como marcadores para enfatizar e ilustrar pontos importantes.

visualização de dados


 

Dica de design: Este infográfico é ótimo para promover seu curso ou outro serviço.

6. Use fontes em negrito para tornar as informações do texto envolventes

Um desafio que as pessoas enfrentam com frequência ao se prepararem para visualizar informações é saber quanto texto incluir. Afinal, o objetivo da visualização de dados é apresentar informações visualmente, em vez de uma página de texto.

Mesmo que você tenha muito conteúdo textual, ainda assim poderá apresentar seus dados visualmente. Use fontes em negrito e interessantes para tornar suas informações atraentes. Apenas certifique-se de que, acima de tudo, seu texto seja fácil de ler.

Essa visualização de dados usa fontes diferentes para os cabeçalhos e corpo do texto que estão em negrito, mas continua legível. Isso ajuda a integrar o texto ao design e a enfatizar pontos específicos:

visualização de dados

Dica de design: As organizações sem fins lucrativos podem usar este infográfico de visualização de dados em uma newsletter ou nas redes sociais para impulsionar a conscientização, Além disso, qualquer empresa se beneficiará de explicar a necessidade do seu produto ou serviço.

Como regra geral, atenha-se a não mais de três tipos de fonte diferentes em um infográfico.

Este exemplo usa uma fonte para os cabeçalhos, outra para o corpo de texto e uma terceira o texto de destaque.

Leia mais: Como escolher fontes para seus designs (com exemplos)

visualização de dados

Dica de design: A Venngage tem uma biblioteca de fontes para você escolher a opção ideal. Caso não encontre a fonte que você está procurando, solicite que ela seja adicionada. Nosso editor online tem um chat com suporte ao cliente 24 horas.

 

7. Use as cores de forma estratégica

Em design, as cores são tão funcionais quanto na moda. Você pode usá-las para enfatizar pontos, categorizar informações, mostrar movimento ou progressão e muito mais.

Por exemplo, este gráfico usa cores para categorizar dados:

visualização de dados

Dica de Design: Este gráfico de pizza pode ser personalizado de várias maneiras. Os profissionais de recursos humanos podem fornecer uma atualização mensal de pessoas contratadas por departamento, as organizações sem fins lucrativos podem expor como investiram as doações e os agentes imobiliários podem mostrar o preço médio dos imóveis vendidos por bairro.

Outra boa ideia é usar textos com cores claras e ícones em fundos escuros para destacá-los. Considere o tom de voz que você deseja transmitir com seu infográfico e escolha cores que reflitam esse estado de espírito. Uma boa ideia é optar por opções contrastantes com a paleta de cores da sua marca.

Este modelo de infográfico usa uma combinação ousada de rosas e roxos para que os dados sejam mais impactantes:

visualização de dados

Leia mais: Como escolher cores para cativar os leitores e se comunicar de forma eficaz

8. Mostre como as partes compõem um todo

Pode ser difícil dividir um vasto assunto em partes menores. A visualização de dados facilita para as pessoas conceituarem como as partes compõem um todo.

Usando como foco um recurso visual, diagrama ou gráfico, você será capaz de transmitir as partes de um todo de forma mais eficaz do que com uma lista de texto. Observe este infográfico, que demonstra perfeitamente como os profissionais de marketing usam blogs como parte de sua estratégia:

visualização de dados

Dica de design: Os recursos humanos podem usar este gráfico para mostrar os resultados de uma pesquisa da empresa. Se você trabalha com consultoria, que tal promover seus serviços mostrando sua taxa de sucesso?

Observe como este modelo de infográfico usa um foco visual para ilustrar a composição nutricional de uma banana:

visualização de dados

9. Concentre-se em uma estatística incrível

Se você estiver preparando uma apresentação, é melhor não tentar colocar muitos elementos visuais numa única página. Em vez disso, concentre-se em uma estatística inspiradora e faça dela o foco do seu slide.

Use um recurso visual de foco para dar à estatística ainda mais impacto. Elementos menores como este são ideais para serem compartilhados nas redes sociais:

visualização de dados

Dica de design: Você pode facilmente trocar o ícone acima (de Ontário, Canadá) usando o editor online de arrastar e soltar e a biblioteca de ícones da Venngage. Clique no modelo acima para começar.

Este modelo também se concentra em uma estatística-chave e oferece algumas informações de apoio na barra lateral:

visualização de dados

10. Otimize sua visualização de dados para dispositivos móveis

Infográficos complexos e repletos de informações são ótimos para dar vida a relatórios, postagens de blog, folhetos, entre outros, mas nem sempre são adequados para visualização em dispositivos móveis.

Para corrigir isso, use um gráfico ou ícone de foco e uma fonte grande e legível. Você pode criar uma série de infográficos otimizados para dispositivos móveis para compartilhar vários pontos de dados de uma maneira original e que chama a atenção.

Por exemplo, este infográfico usa texto conciso e um gráfico para ir direto ao ponto principal.

visualização de dados

Alguns exemplos incríveis de visualização de dados

Confira alguns dos melhores exemplos de visualização de dados que encontrei em todos esses anos escrevendo sobre este tema.

Infográfico da evolução do marketing

visualização de dadosLeia mais: A evolução do marketing

 

Infográfico sobre tendências de design gráfico

Graphic Design Trends 2020 Infographicvisualização de dadosLeia mais: As 8 maiores tendências de design gráfico para 2020 e além

 

Infográfico “Parem de remover as barbatanas dos tubarões” para ONGs

visualização de dados

Source: Ripetungi


Visualização de dados sobre o impacto da pandemia de coronavírus

visualização de dadosLeia mais: O impacto da pandemia de coronavírus no meio ambiente

 

O que os personagens da Disney nos dizem sobre a teoria das cores

 

visualização de dadosLeia mais: O que os vilões da Disney podem nos dizer sobre a psicologia das cores


Infográfico dos animais mais mortíferos do mundo

visualização de dados

Fonte: Bill and Melinda Gates Foundation

A receita secreta para criar um Creepypasta viral

visualização de dados

Leia mais: Estudo Creepypasta: A receita secreta para uma história de horror viral

 

Infográfico da Jornada do Herói

visualização de dados

Leia mais: O que seus 6 filmes favoritos têm em comum

 

Infográfico “Guia de autocuidado emocional”

visualização de dados

Fonte: Carley Schweet


Que tal conferir ainda mais visualizações de dados incríveis? Leia mais:
mais de 50 ideias, exemplos e modelos infográficos para 2020 (para profissionais de marketing, organizações sem fins lucrativos, escolas, profissionais de saúde e muito mais)

About Midori Nediger

Midori compartilha truques de comunicação visual e dicas como designer de informações na Venngage. Ela está especialmente interessada em ajudar as pessoas a comunicar informações complexas.