Data Storytelling: o que é, como funciona e como aplicar esse conceito?

By Larissa Lacerda, Dec 16, 2020

data storytelling

Data Storytelling é uma técnica que busca transformar dados e informações em histórias atrativas e relevantes para a sua persona. Apostando em elementos gráficos para ilustrar o que é apresentado e tornar a narrativa mais convincente, essa é uma estratégia excelente para captar a atenção do seu público.

Para quem busca resultados cada vez melhores em um cenário de ampla concorrência, é fundamental buscar por novas alternativas no Marketing. A produção de conteúdo continua sendo valiosa, mas os seus concorrentes também oferecem esses materiais, certo?

É preciso buscar pela diferenciação para conseguir maior destaque e o Data Storytelling pode ser a alternativa.

Afinal, se o uso de dados e informações na rotina de uma equipe de Marketing Digital é comum, por que não levar esse conceito para a produção de conteúdo? É exatamente isso que propõe essa estratégia: mesclar os dados coletados com uma história que atraia e encante a sua persona. Assim, informações brutas podem se transformar em uma narrativa.

Mas é preciso tomar alguns cuidados e seguir algumas práticas para assegurar que o conceito está sendo aplicado da forma certa. Pensando nisso, preparamos um artigo completo sobre o tema em que vamos abordar:

  • O que é Data Storytelling?
  • Por que aplicar esse conceito?
  • Como fazer isso?
  • Quais são os melhores exemplos de Data Storytelling?

Que tal, então, esclarecer todas essas dúvidas? Continue a leitura deste artigo para conferir!

O que é Data Storytelling?

O Data Storytelling — também conhecido como Storytelling baseado em dados — é uma técnica que constrói uma narrativa a partir do uso de uma série de dados e informações.

A ideia é utilizar recursos de escrita para transmitir a mensagem que um conjunto de dados pode proporcionar. Se apoiando em recursos visuais também, o conteúdo se torna ainda mais atrativo.

Como os dados fazem parte da rotina das empresas e das equipes de Marketing Digital, é importante encaixá-los em estratégias de comunicação.

E a melhor maneira de se fazer isso é aplicando o Data Storytelling, uma forma de tornar essas informações mais fáceis de serem consumidas e mais interessantes. Quando a narrativa é bem construída, o leitor tende a ser mais impactado.

Já imaginou se a sua equipe publicasse um conteúdo no blog apenas com dados brutos e explicações mais técnicas sobre o assunto? Provavelmente as chances serão poucas da sua persona dar uma pausa em uma rotina corrida para se aprofundar nesse assunto maçante.

Por isso, o Data Storytelling surge como alternativa para transmitir uma mensagem de uma maneira agradável e convincente.

Por que aplicar esse conceito?

Durante um dia de trabalho, quantas vezes você não é impactado por algum conteúdo? Seja um infográfico, seja uma campanha de mídia paga.

presença digital se tornou essencial para as marcas e todas aquelas que desejam se destacar precisam estar presentes no ambiente online. Mas, com tantas informações, quais são aquelas que você realmente presta atenção?

Provavelmente não são muitas, já que é necessário filtrar um pouco a quantidade de conteúdos ao longo de um dia.

Agora se coloque no lugar do seu público-alvo e imagine o que ele recebe todos os dias. Ou seja, se você entregar mais do mesmo, quais são as chances de captar a atenção do usuário? Conceitos como a segmentação já não bastam para se destacar.

E o que pode ser melhor que a união de três elementos essenciais na comunicação atual: narrativa, uso de dados relevantes e componentes visuais? É exatamente isso o que compõe o Data Storytelling.

A partir de informações interessantes para a sua audiência e com o suporte de elementos gráficos, a narrativa criada para o seu conteúdo se torna muito mais atrativa.

Ignorar os números, estatísticas e métricas pode ser um erro para uma empresa, mas não é simples torná-las acessíveis para o público.

Com a aplicação do Storytelling baseado em dados, essas informações brutas podem se transformar em personagens, cenários e situações mais fáceis de serem compreendidas. E as imagens são apenas o complemento para captar a atenção do leitor.

Como fazer isso?

Mas, na prática, o que deve ser feito para implementar o Data Storytelling ao seu planejamento? Para ajudar você nessa tarefa, listamos alguns cuidados que não podem faltar. Confira!

Invista em uma comunicação direta

O propósito por trás do Data Storytelling é conseguir resumir informações relevantes em um conteúdo mais simples e coeso.

Sendo assim, a sua comunicação deve ser direta, sem muitos rodeios, garantindo que o leitor tenha acesso a todas as informações relevantes de forma prática. Para esse cuidado, é importante saber, por exemplo, o tom de voz mais adequado para falar com a sua persona.

Tenha uma mensagem clara para transmitir

design pode ser lindo e a história bastante agradável, mas o Data Storytelling só vai funcionar por completo com uma mensagem clara sendo transmitida. E isso é parte da responsabilidade de quem está criando a peça: destacar aquilo de mais relevante.

Não adianta encher de dados que não fazem sentido ou não sejam úteis — a lógica é a mesma do Marketing de Conteúdo.

Aposte em recursos visuais

Como falamos ao longo deste artigo, os elementos visuais são componentes importantes de uma estratégia de Data Storytelling. Por isso, analise qual é o formato mais adequado para ilustrar as informações de forma a encantar e atrair cada vez mais usuários.

Em alguns casos, um infográfico já pode ser o suficiente para captar a atenção do leitor. Em outros momentos, um gráfico interativo ou até mesmo um mapa podem transmitir as informações de maneira mais interessante.

Pense no compartilhamento

O seu conteúdo não precisa se tornar um viral para fazer sucesso, mas é preciso tornar o compartilhamento simples e fácil de ser feito.

Uma forma de se fazer é personalizando o conteúdo apresentado de uma forma que faça com que outros usuários também se sintam instigados a fazerem o mesmo. Posicione um CTA e faça com que o usuário compartilhe logo após a experiência.

Quais são os melhores exemplos de Data Storytelling?

Para entender as possíveis aplicações do Data Storytelling ao seu planejamento estratégico, nada melhor do que conferir alguns exemplos de sucesso. Listamos alguns que merecem uma menção honrosa. Confira!

Spotify

Spotify, serviço freemium de streaming de músicas, revolucionou o modo de ouvir música.

Além disso, a marca está sempre em busca de oferecer um serviço personalizado para seus usuários. Seja com a indicação de artistas e trilhas que podem agradar você, seja com o aviso de lançamentos dos seus artistas favoritos. E para apresentar as suas estatísticas individuais, utilizou o Data Storytelling.

spotify

Fonte: The Sun

No formato semelhante ao Stories do Instagram, o já conhecido “Wrapped” — a retrospectiva do Spotify — é um exemplo interessante.

Músicas mais ouvidas, horas ouvindo um artista específico, estilo musical preferido, enfim, todas as estatísticas individuais sobre o uso do Spotify são apresentadas de uma forma divertida e visual para os seus usuários.

Uber

Por falar em revolução dentro de um segmento de mercado, a Uber está entre uma dessas marcas disruptivas que mudou a forma de se transportar nas cidades.

Seguindo essa tendência de revolucionar, a maneira de se comunicar com seus passageiros e motoristas também é feita diferente. Em vez de simplesmente informar algumas estatísticas, apostou no Data Storytelling.

uber

Fonte: Uber

Com informações divertidas — como “principais destinos do mudo” — a Uber mostra aos seus parceiros um pouco mais do seu desempenho ao longo do ano. Quantas corridas foram feitas? Quais são as principais cidades? Como é o perfil de corridas de cada país e muito mais!

Slack

O Slack é uma ferramenta muito utilizada por quem deseja otimizar a produtividade da sua equipe, facilitando a comunicação interna. E entender como foi essa troca de informações é fundamental para um gestor que quer implementar uma cultura mais saudável entre os colaboradores. Pensando nisso, a plataforma resume todos esses detalhes a partir do Data Storytelling.

slack

Fonte: Customer.io

Quantas mensagens foram enviadas ao todo entre os membros do seu time? Quais foram os canais mais utilizados entre eles? E em relação aos dias anteriores? Tudo isso está disponível no “Weekly Summary”, uma espécie de resumo de todas essas estatísticas para entender mais sobre o comportamento de toda a sua equipe.

O Data Storytelling é, portanto, uma forma eficaz de diversificar os conteúdos produzidos pela sua marca e ter mais chances de impactar a sua audiência.

Em um cenário de muita concorrência, criar materiais diferentes e inovadores vai, sem dúvidas, garantir um lugar de destaque entre o seu público. Nada melhor do que entregar informações relevantes de uma forma atrativa, certo?

Agora que você já sabe o que é Data Storytelling, que tal ficar por dentro de outra estratégia que pode ser útil para se aproximar da sua audiência? Confira, então, o guia do Conteúdo Interativo e descubra o que fazer e como trazer vida para sua estratégia de Marketing de Conteúdo!