Mais de 10 tipos de diagramas e como escolher o ideal

By Lydia Hooper, Dec 02, 2021

tipos de diagramas

Você provavelmente já viu gráficos de barras, gráficos de linhas e gráficos de setores e, talvez, até os tenha usado para representar dados em seus infográficos e relatórios.

Mas o que fazer se as informações que você deseja compartilhar com outras pessoas não são numéricas? Por exemplo, talvez você queira descrever assuntos, padrões ou sistemas complexos (por vezes, chamados de dados qualitativos.)

Essas informações podem ser diferentes dos dados numéricos, mas isso não significa que você não possa visualizá-las! Significa que você provavelmente usará algum tipo de diagrama. Confira algumas informações sobre os vários tipos de diagramas que podem ser escolhidos e quando usá-los.

Quer visualizar seus dados qualitativos usando diagramas? Comece a usar o criador de diagramas inteligentes da Venngage. Não requer experiência de design.

Índice:

Tipos de diagramas: uma visão geral

Há uma grande variedade de diagramas que você pode escolher, dependendo do que deseja descrever.

Se o seu objetivo é mostrar como categorias diferentes se comparam (e não de forma numérica com um gráfico de barras), considere usar um(a):

Se você pretende comunicar sobre como as diferentes partes de um todo estão conectadas, você pode escolher um:

Caso queira visualizar como os eventos ou tarefas são sequenciados em um processo, você pode selecionar um:

Aqui está um rápido resumo dos tipos de diagramas e como você pode usar cada um deles, criado usando um modelo de diagrama inteligente da Venngage:

tipos de diagramas

Como escolher o diagrama certo

Ao pensar no diagrama ideal para o seu caso, comece sempre considerando o que é importante para o seu público. Isso é essencial porque as pessoas precisam se conectar facilmente com as informações que você deseja compartilhar para que possam compreender as ideias-chave.

Quando você sabe o que é importante para o seu público e, portanto, o que deseja compartilhar, fica fácil determinar que tipo de recurso visual será mais útil. Essa decisão pode ser baseada nas informações com as quais você está trabalhando e/ou nas ideias importantes que deseja transmitir.

Vamos examinar mais de perto cada tipo de diagrama e seus casos de uso.

Mapa mental

Você provavelmente já está familiarizado com os mapas mentais. Normalmente, há uma ideia central com vários ramos para apoiar as ideias, conhecidas como nós.

Você pode usar um mapa mental para visualizar informações como:

  • Um assunto principal com nós que descrevem subtópicos ou temas
  • Uma questão principal com nós que descrevem vias de exploração
  • Um projeto com nós que descrevem diferentes componentes ou equipes
  • Uma rede de pessoas com nós que descrevem as pessoas e ramos que descrevem relacionamentos (isso é conhecido como mapa de rede)
tipos de diagramas

tipos de diagramas

Para mais modelos e exemplos de mapas mentais, confira:

Voltar para a lista de tipos de diagramas

Gráfico de matriz ou quadrantes

Este tipo de diagrama exibe informações ao longo de dois eixos, mas isso não significa que as informações precisam ser quantificáveis. Você pode usar duas descrições, uma para cada eixo, para dividir essencialmente uma lista em quatro categorias.

Este gráfico é ideal se você deseja não apenas categorizar, mas também classificar itens, pois aqueles que aparecem mais acima nos eixos (no quadrante superior direito) serão mais significativos.

Você pode usar um quadrante, por exemplo, para descrever:

  • Fatores internos e externos na estratégia de negócios –SWOT e PEST são dois exemplos comuns
  • Prioridades do projeto com base no esforço/custo potencial e impacto/valor
  • Planos de trabalho com base no que é urgente e importante (isso é conhecido como Matriz de Decisão de Eisenhower)
  • Cenários competitivos – por exemplo, o Quadrante Mágico de Gartner compara a abrangência da visão e a capacidade de execução das empresas
tipos de diagramas

tipos de diagramas

Para obter mais exemplos de gráfico de matriz e quadrantes, visite nossa postagem com mais de 20 modelos SWOT, exemplos e práticas recomendadas.

Voltar para a lista de tipos de diagramas

Diagrama de Venn

Os diagramas de Venn se parecem com dois ou mais círculos sobrepostos, com texto em cada seção de cada círculo que descreve as categorias. Com esses diagramas, você pode comunicar rapidamente as diferenças e semelhanças entre os itens quando não houver uma classificação inerente a eles.

Embora tenham sido inventados para a lógica matemática, eles são incrivelmente flexíveis para transmitir qualquer tipo de relacionamento. Você pode usá-los para comparar características de produtos, serviços, empresas, mercados ou outros padrões.

tipos de diagramas

tipos de diagramas

Voltar para a lista de tipos de diagramas

Diagrama circular

Um diagrama circular é uma ótima maneira de apresentar tópicos como partes contidas em um todo. Existem duas maneiras principais de fazer isso:

A primeira é usar círculos concêntricos, ou seja, um dentro do outro. Isso pode ser útil para visualizar a hierarquia ou ordem de algum tipo, por exemplo, pessoas em um bairro, em uma cidade, em um estado, em uma nação, etc.

Você também pode organizar os temas ao redor da borda de um círculo. Essa pode ser uma maneira eficaz de visualizar as partes de uma forma que as enfatize igualmente. Por exemplo, você pode descrever aspectos de um mesmo assunto ou sistema.

tipos de diagramas

tipos de diagramas

Voltar para a lista de tipos de diagramas

Diagrama de árvore ou dendrograma

Tal como os mapas mentais, os diagramas de árvore são compostos de nós e ramos, mas o que os torna diferentes é que os nós são ordenados ou hierárquicos. Organizando as informações dessa forma, seu público poderá ver e compreender melhor as categorias dentro das categorias.

Os diagramas de árvore, também conhecidos como dendrogramas, são frequentemente apresentados com um nó principal no topo e nós subordinados abaixo ou um nó principal à esquerda e nós subordinados à direita. Eles podem ser simples ou complexos, dependendo das informações.

Você pode usar um diagrama de árvore para visualizar:

  • Funções e subordinados da empresa – conhecido como organograma
  • Parentesco familiar e/ou genético – conhecido como genograma
  • Relações evolutivas – conhecido como árvore filogenética
tipos de diagramas

tipos de diagramas

Voltar para a lista de tipos de diagramas

Gráfico de pirâmide ou triangular

Um gráfico de pirâmide (artigo em inglês) ou triangular também mostra partes de um todo de forma graduada ou hierárquica, mas é muito mais simples do que um diagrama de árvore. Este gráfico é adequado quando você deseja enfatizar uma ordem natural, geralmente de tamanho ou importância, para o assunto abordado.

Esses gráficos são frequentemente usados para comunicar que existe algum tipo de elemento base. Dois exemplos comuns são as pirâmides alimentares e a hierarquia de necessidades de Maslow.

tipos de diagramas

tipos de diagramas

Voltar para a lista de tipos de diagramas

Gráfico de funil e mapa de jornada

Às vezes, você precisará descrever estágios distintos de um plano ou processo. Por exemplo, você pode delinear uma estratégia que se desenvolverá ao longo do tempo ou contar uma história sobre um determinado acontecimento em um estilo “antes e depois”.

Uma opção é usar um gráfico de funil, recurso visual muito simples que descreve estágios distintos que progridem em direção a um resultado específico. Observe que um gráfico de funil se parece com um gráfico de triângulo invertido, mas costuma ser usado para descrever um processo de algum tipo, então é melhor usá-lo para esse fim.

Os gráficos de funil são bons para facilitar uma compreensão muito básica dos estágios. Eles são frequentemente usados em um contexto de marketing e/ou vendas para mostrar como um grande mercado se torna um grupo menor de “leads” (potenciais clientes ou oportunidades de negócio) e, em última análise, um conjunto de clientes.

tipos de diagramas

tipos de diagramas

Se você deseja incluir mais detalhes, um mapa de jornada é uma ótima opção. Um mapa de jornada também mostra estágios, geralmente também em direção a resultados específicos, e pode incluir vários níveis de detalhes para descrevê-los, bem como as experiências que as pessoas têm em cada estágio.

tipos de diagramas

tipos de diagramas

Voltar para a lista de tipos de diagramas

Roadmap e gráfico de Gantt

Embora os gráficos de funil e mapas de jornada descrevam estágios, eles geralmente são bastante conceituais. Se você pretende usar um diagrama para planejar um projeto, provavelmente desejará usar um diagrama que seja mais prático e permita mais especificidade.

Os roadmaps são semelhantes aos mapas de jornadas no sentido de que descrevem estágios, mas geralmente são usados para planejamento interno, incluindo assim coisas como referenciais e prazos.

tipos de diagramas

tipos de diagramas

Os gráficos de Gantt são ainda mais específicos e muitas vezes mudam o foco para as equipes e/ou indivíduos responsáveis pela execução dos planos. Eles podem ser muito detalhados, descrevendo dependências, prazos e datas.

tipos de diagramas

tipos de diagramas

Voltar para a lista de tipos de diagramas

Fluxograma, ciclo de feedback e árvore de decisão

Um fluxograma é um diagrama que representa visualmente um processo ou fluxo de trabalho, geralmente com vários pontos de viragem ou caminhos. Normalmente, você usa caixas ou formas para representar diferentes etapas em um processo e, em seguida, conecta essas etapas com linhas ou setas.

tipos de diagramas

tipos de diagramas

Se você estiver visualizando um fluxo circular, que também pode ser referido como um ciclo de feedback, certifique-se de que o “ponto de partida” esteja no canto superior esquerdo ou onde fica o “12” em um relógio.

tipos de diagramas

tipos de diagramas

Se você deseja mostrar decisões e suas possíveis consequências, este é um diagrama conhecido como árvore de decisão. As variações dos diagramas da árvore de decisão incluem diagramas de raias, diagramas SIPOC, etc.

tipos de diagramas

tipos de diagramas

Como os fluxogramas são incrivelmente flexíveis e amplamente compreendidos, eles são o padrão de excelência quando se trata de comunicar processos com vários caminhos. Eles podem ser facilmente personalizados para se ajustar ao nível de detalhe necessário para qualquer processo, como as pessoas responsáveis por um determinado subconjunto de tarefas ou o tempo que um conjunto de tarefas pode levar.

Os fluxogramas podem ser muito complicados, então aqui estão algumas dicas para garantir que sejam claros e úteis:

  • Limite o número de pontos, fluxos e texto para facilitar a leitura
  • Use as setas para guiar os leitores do gráfico
  • Use cores e/ou ícones para diferenciar os caminhos e/ou enfatizar pontos de decisão importantes
  • Se houver fases ou decisões paralelas, posicione-as ao nível umas das outras

Para obter mais modelos e exemplos de fluxograma, confira estas postagens em nosso blog:

Voltar para a lista de tipos de diagramas

Diagrama de espinha de peixe

Como você pode ver, existem muitas maneiras de usar um diagrama para se comunicar sobre mudanças ao longo do tempo (artigo em inglês). Se você deseja se concentrar na identificação de causas e efeitos, um diagrama em espinha de peixe é o ideal para você.

Um diagrama em espinha de peixe (também conhecido como diagrama de Ishikawa) tem a aparência (você acertou!) de um esqueleto de peixe. As linhas que se estendem de um ponto principal no meio descrevem diferentes fatores que levam a um resultado específico. Eles geralmente são usados para análise da causa-raiz.

tipos de diagramas

tipos de diagramas

Voltar para a lista de tipos de diagramas

Dicas rápidas de design de diagramas

Ao criar um diagrama, em vez de jogar os números em uma tabela ou gráfico, você terá que organizar as ideias de maneira cuidadosa em uma forma visual clara e abrangente. Organizar suas ideias de uma das maneiras descritas até agora ajudará a transmiti-las de uma forma que as torne digeríveis e memoráveis para outras pessoas.

Aqui estão algumas dicas rápidas para ajudá-lo a projetar diagramas eficazes e atraentes.

1. Organize as informações de forma lógica

Lembre-se de que as pessoas leem da esquerda para a direita e de cima para baixo, então sua organização deve fluir desta forma ou ser organizada em um círculo/radialmente. Preste atenção em como você organiza as ideias, pois essencialmente é isso que torna os diagramas significativos!

Veja como o texto nesses modelos é organizado de maneira lógica para que seja fácil localizar as principais informações de relance:

tipos de diagramas

tipos de diagramas

2. Mantenha a consistência

Isso se aplica às formas, linhas, ícones e cores que você usa. A consistência torna os recursos visuais mais fáceis de ler e, também, melhora seu aspecto!

Veja alguns exemplos de modelos de diagramas onde as cores estão coordenadas para tornar as informações fáceis de entender:

tipos de diagramas

tipos de diagramas

3. Use cores para adicionar significado

Você pode usar cores diferentes para criar contraste entre diferentes temas, fases ou equipes, por exemplo. O bom uso da cor deve ajudar o leitor a absorver a ideia principal antes de se aprofundar na leitura de todo o texto.

tipos de diagramas

tipos de diagramas

4. Faça bom uso de rótulos

Use um texto maior para rotular categorias, partes, fluxos, etc. Em geral, é melhor incluir rótulos no recurso visual, em vez de usar uma legenda adjacente. Certifique-se de usar palavras ou frases curtas que seu público entenderá e evite jargões desajeitados.

tipos de diagramas

tipos de diagramas

5. Minimize a desordem tanto quanto possível

Considere remover o que é óbvio ou desnecessário e certifique-se de que não haja elementos visuais (texto, formas, linhas etc.) que se sobreponham. Tente limitar a quantidade de texto que você inclui.

Se isso for um desafio, pode ser necessário tornar seu diagrama ou gráfico maior, reformatá-lo para que a leitura seja feita verticalmente em vez de horizontalmente ou mesmo dividi-lo em recursos visuais separados.

tipos de diagramas

tipos de diagramas

6. Peça feedback a outras pessoas

Quando o seu diagrama estiver pronto para ser compartilhado, não se esqueça de perguntar aos outros o que eles acham, para que você possa melhorar suas habilidades de comunicação visual com o tempo.

Voltar para a lista de tipos de diagramas

Em resumo: escolha os tipos certos de diagramas para melhor comunicar seus dados para o seu público

Representando as informações visualmente, você torna mais fácil para que outras pessoas entendam e lembrem delas. Os diagramas facilitam a organização e compartilhamento até mesmo de informações altamente complexas.

Existem vários tipos de diagramas, mas quando você entende qual é melhor para cada tipo de informação, pode usar aquele que é ideal para você e seu público.

Criar diagramas pode ser divertido, mas torná-los eficazes requer prática. Quanto mais você faz, melhores eles ficam, então tente criar um novo hoje com o criador de diagramas da Venngage!

About Lydia Hooper

Lydia Hooper é redatora de design de informações da Venngage. Seus conteúdos sobre visualização de dados e design de informação foram publicados pela Data Visualization Society, UX Collective, SAGE Publishing’s MethodSpace e Evergreen Data. Ela passou mais de quatro anos ensinando pessoas de todas as idades como educadora informal. Lydia também projetou e ministrou workshops para dezenas de organizações, incluindo American Institute of Graphic Arts-Colorado e Rocky Mountain Chapters da Association for Talent Development e da Society for Technical Communication.