7 passos para montar uma loja virtual

By Pagar.me, May 26, 2021

montar uma loja virtual

O comércio eletrônico está em alta no Brasil e tem um futuro promissor, só em 2021 é esperado que o segmento de e-commerce cresça 26%, os dados são da Ebit|Nielsen. Mas é preciso lembrar que a competição é acirrada, a cada dia são criados novos e-commerces. Para se ter uma ideia, de acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), 150 mil novas lojas online foram criadas de março a julho de 2020 no Brasil.

Então, se você quer montar uma loja virtual, mais do que vontade de empreender, é preciso dedicação e muita pesquisa de mercado para investir tempo e recursos nos aspectos que realmente farão a diferença no seu negócio – visando atender bem os clientes e destacar o empreendimento da concorrência.

E você já começou pelo conteúdo certo! Descubra a seguir, em sete passos, exatamente o que precisa saber para montar uma loja virtual.

1- Escolha do segmento

segmento mercado

Imagem: iStock

O primeiro passo para abrir um negócio é estudar o seu segmento de penetração. Essa pode parecer uma dica básica e, certamente, você já deve ter uma ideia mínima do que pretende vender na sua loja virtual. Mas você já se perguntou se o seu produto tem um real apelo de mercado? Já estudou o seu público-alvo? E a concorrência?

Começar o seu empreendimento a partir de um plano de negócios é a melhor maneira de garantir que você saiba todos os passos que precisa trilhar para ter sucesso, baseando-se em dados factíveis. Esse documento não é indicado apenas para empreendedores que buscam investidores, todo negócio deve começar com um plano estratégico.

Dessa forma, é possível ter um melhor entendimento do próprio mercado, dos desafios que vêm pela frente, definir o orçamento, entender a concorrência e ter uma visão mais detalhada do próprio produto e do seu público-alvo.

2- Burocracia e regularização do negócio

Já entende o que vai vender, para quem vai vender e de que forma vai fazer isso? Então esse é o momento de regularizar a sua loja virtual.

Para isso, o seu e-commerce precisa de um CNPJ. Essa é a maneira de regularizar e profissionalizar o seu negócio, para que possa emitir notas fiscais e atuar em conformidade com as normas vigentes no Brasil. Pode parecer complicado, mas existem maneiras simples de formalizar o negócio, como é o caso da regularização como Microempreendedor Individual (MEI).

Essa modalidade de empresa foi criada justamente para desburocratizar o processo de abertura de negócios e fomentar a formalização de pequenos empreendedores. Todo o processo pode ser realizado de forma online no Portal do Governo Federal.

Vale lembrar que para se encaixar nessa modalidade de empresa é preciso ter um faturamento máximo de R$ 81 mil por ano e empregar, no máximo, um funcionário. Além disso, o empreendedor não pode ser sócio, titular ou administrador de outra empresa e, ainda, é preciso se enquadrar nas atividades econômicas permitidas.

Entenda mais detalhes sobre ser MEI e seus benefícios no blog do Pagar.me: Como e por que me tornar MEI?

3- Infraestrutura e layout da loja virtual

plataforma loja virtual

Imagem: iStock

O terceiro passo para montar uma loja virtual é, de fato, colocá-la no ar. Para isso, é preciso desenvolver todo o conceito da marca, com um nome original, criativo e, principalmente, fácil de ser falado e memorizado.

Além disso, para criar uma loja virtual é necessário escolher uma plataforma – que é a tecnologia que garante toda a infraestrutura para a criação e manutenção do seu site.

Atualmente, no mercado existem inúmeras plataformas, desde as mais simples de serem usadas, com layouts pré-definidos para que o lojista apenas selecione o que melhor atende às suas necessidade e comece a usar; até as que oferecem maior grau de personalização – nesses casos, quem contrata o serviço deve dispor de um profissional especializado em programação para fazer todas as integrações e colocar a loja no ar.

Entenda quais são os tipos de plataformas disponíveis e suas potencialidades no blog do Pagar.me: Como escolher a melhor plataforma para o seu e-commerce?

Ainda pensando na infraestrutura do site, é preciso levar em consideração todos os aspectos que envolvem a experiência de navegação dos usuários. Nesse sentido, priorize a usabilidade do site, sua adaptabilidade para mobile e tempo de carregamento da página. Todos esses fatores são determinantes para a permanência do usuário no site, uma boa experiência de navegação entre as páginas e, claro, a possível conversão em vendas.

Outro aspecto importante para montar uma loja virtual é o seu layout, afinal, o site funciona como a vitrine do mundo virtual. Por isso, é essencial que os produtos sejam expostos de maneira atrativa e que, junto às imagens, haja uma descrição com todas as informações que o cliente precisa saber sobre determinado item.

#Dica – “A melhor propaganda é feita por clientes satisfeitos”

A frase do pai do marketing, Philip Kotler, é uma máxima que deve ser sempre levada em consideração quando se trata de vendas online. Por isso, deixe um espaço no seu site dedicado às avaliações dos clientes. Assim, a qualidade dos seus produtos pode ser comprovada por quem já fez uso deles. Isso contribui para a tomada de decisão de novos clientes e transmite mais credibilidade à sua marca.

4- Marketing e atendimento

E como a sua loja vai se relacionar com o público-alvo e ganhar relevância em seu nicho de atuação? Parte importante de montar uma loja virtual é estruturar as estratégias de comunicação.

É preciso desenvolver um plano de marketing para entender quais canais serão usados para fazer o marketing do negócio. Além de definir a forma de comunicação, a identidade visual, as estratégias de marca, etc.

Confira no vídeo a seguir como fazer o seu plano de marketing digital em seis passos:

Outro aspecto importante da comunicação é o atendimento ao cliente. É importante lembrar que a compra online cresce com tanta relevância em todo o mundo por sua comodidade, facilidade e agilidade. E no atendimento ao cliente não pode ser diferente, é importante deixar claro quais são os seus canais de atendimento e os horários em que a pessoa pode conversar com alguém da sua equipe para esclarecer dúvidas ou resolver problemas.

Essa é uma maneira de transmitir credibilidade e seriedade com o seu empreendimento e, claro, é uma oportunidade de estar perto dos clientes – ouvindo críticas, dúvidas e sugestões – para aprimorar os produtos e as estratégias de divulgação.

Atenção! Chatbots são tecnologias que podem te ajudar a proporcionar um atendimento 24 horas por dia para a resolução de questões simples, mas é indispensável contar também com um atendimento humano.

Já é comprovado que as pessoas preferem estar em contato com outras pessoas para a resolução de problemas, a pesquisa da IDC e da LogMeIn demonstra que 89% dos consumidores não abrem mão do atendimento humano.

5- Gestão financeira

gestao financeira

Imagem: iStock

Não apenas para montar uma loja virtual, mas em qualquer empreendimento, é indispensável que seja feita a gestão financeira do negócio. A esperança ao abrir uma loja é sempre que ela dê certo e logo comece a dar lucro. No entanto, essa não é a realidade.

Por isso, é tão importante fazer uma boa gestão financeira, colocando na ponta do lápis todos os custos que a sua loja precisa arcar para conseguir se manter, levando em consideração todos os cenários de vendas. Assim, você saberá exatamente o quanto precisa vender e até quando consegue manter os custos fixos do negócio até que as vendas comecem a bombar.

6- Fornecedores e logística

Além da gestão financeira, é preciso estruturar muito bem toda a sua rede de fornecedores e de logística. Afinal, por mais que a loja seja sua, sem esses dois aliados você não conseguirá ter sucesso e, dependendo da qualidade dos serviços prestados, pode ter até o nome da sua loja colocado em cheque.

Na rede de fornecedores é preciso contar com empresas comprometidas com a qualidade dos itens e prazos de entrega. Além disso, é importante dispor de mais de um fornecedor, assim, se algum imprevisto acontecer, você tem uma rede de apoio para garantir que nada falte no seu e-commerce.

Com a logística, essa variedade também é importante. Isso porque é uma maneira de garantir que o cliente tenha diversas opções de entrega e possa optar por aquela que apresenta o melhor custo-benefício para as suas necessidades.

Pensando na gestão financeira da sua loja, mencionada no tópico anterior, seja com os fornecedores ou com a rede logística, a palavra de ordem é: negociação! Principalmente quando se está começando um negócio do zero, é preciso negociar prazos e formas de pagamento para manter a saúde financeira da loja virtual. Não se esqueça disso.

7- Formas de pagamento

formas de pagamento

Imagem: iStock

Por último, mas não menos importante, no momento de montar uma loja virtual é essencial escolher com cuidado as formas de pagamento disponibilizadas aos clientes.

Nesse ponto, é preciso levar em consideração que o consumidor só vai realmente levar o produto se houver uma forma dele realizar o pagamento do item. Ou seja, é preciso disponibilizar a forma de pagamento que o seu público-alvo costuma utilizar.

A boa notícia é que hoje existem tecnologias que viabilizam pagamentos digitais, oferecendo segurança, agilidade e as principais formas de pagamento em um único lugar, são os chamados meios de pagamento.

No momento da escolha pondere também a estabilidade do meio de pagamento – para evitar que suas operações fiquem fora do ar em datas importantes – e os índices de conversão – a oferta de um checkout transparente e personalizável faz toda a diferença.

Para fazer a sua escolha, confira no vídeo quais são os meios de pagamento disponíveis para a loja virtual:

Agora que você já tem o passo a passo completo com os sete aspectos que precisa levar em consideração para montar a sua loja virtual, é hora de colocar em prática os conhecimentos adquiridos!

Para ter mais informações e ficar por dentro de todas as atualizações do mercado de e-commerce, acompanhe também o Blog do Pagar.me.

About Pagar.me

Pagar.me é o meio de pagamento digital que garante segurança e praticidade para você atender seus clientes e fazer o seu negócio crescer.