A importância das imagens no e-commerce

By Lucas Zanini, Feb 03, 2020

imagens no e-commerce

Confira algumas boas práticas que você precisa adotar na hora de cadastrar as imagens da sua loja virtual

Você compraria um produto sem vê-lo primeiro? A gente aposta que não. E você não está sozinho nessa! De acordo com o E-commerce Quality Index (EQI), estudo que avalia a qualidade do comércio eletrônico, mais de 85% dos entrevistados não comprariam em um site que não mostra imagens do produto.

Só com esse dado já é possível começar a entender a relevância das imagens no e-commerce. Ao longo do post, a gente vai te mostrar por que é tão importante ter boas fotos na sua loja virtual e como você pode conseguir isso seguindo algumas dicas simples. Pronto? Então boa leitura!

Imagens no e-commerce: por que elas são tão importantes?

imagens e-commerce

Fonte: Pixabay

Em uma loja física, o cliente tem a experiência sensorial completa do produto: pode sentir a textura, ter uma noção exata do tamanho e até mesmo captar o aroma. Não é assim no e-commerce! As imagens são a única referência que o consumidor tem para analisar visualmente o produto.

Dificilmente ele vai querer comprar no seu site se encontrar fotos pouco satisfatórias. E aí o jeito vai ser procurar a concorrência. Para isso não acontecer, você precisa prestar muita atenção nas imagens que cadastra em suas páginas de produto. Vamos te dar dicas valiosas para converter mais usando apenas boas fotos na sua loja virtual. Continue lendo e confira!

3 dicas para inserir imagens informativas e úteis na sua loja virtual

Pense que as imagens vão influenciar bastante a decisão de compra do consumidor. Por isso, é essencial que você tenha em mente as necessidades do seu cliente quando for cadastrar fotos no e-commerce. O que ele quer ver? Quais dúvidas ele tem? Como suas fotos podem ajudá-lo a resolvê-las?

imagens loja virtual

Fonte: Pixabay

Confira 3 dicas que podem te ajudar a inserir imagens relevantes nas suas páginas de produto:

  1. Mostre vários ângulos do produto: isso ajuda o consumidor a ter uma visão melhor do item e minimiza o fato de que, na internet, ele não consegue tocá-lo e precisa esperar o frete chegar para vê-lo pessoalmente.
  2. Preste atenção na qualidade das imagens: a única coisa pior que uma loja com poucas fotos é uma loja com fotos ruins. Mais adiante vamos te dar dicas mais técnicas de como melhorar a qualidade das suas imagens. Fique atento!
  3. Cogite a possibilidade de incluir modelos: adicionar pessoas nas imagens de lojas virtuais de certos nichos pode ajudar o consumidor a ter uma noção mais exata do produto. Essa tática é bastante usada por marcas de roupas, por exemplo.

Produza imagens de qualidade sem gastar muito

Nem todas as lojas virtuais precisam produzir imagens próprias para conseguir vender — principalmente se os fornecedores disponibilizam esse tipo de material. Só que essa abordagem tem uma desvantagem bastante óbvia: usar fotos de terceiros quer dizer que várias lojas vão usar imagens parecidas. E isso é ruim para quem tem esperança de se diferenciar da concorrência.

imagens e-commerce smartphone

Fonte: Pixabay

Mas, por sorte, com a tecnologia dos smartphones atuais e um pouco de criatividade é possível produzir imagens de qualidade sem gastar muito. Veja algumas dicas práticas de como fazer boas fotos mesmo sem ser fotógrafo profissional:

  • Use um fundo infinito

O fundo infinito é uma técnica fotográfica usada para prender a atenção do observador no ponto central da foto — no caso do e-commerce, o produto. Um fundo infinito nada mais é que uma superfície lisa e de cor uniforme, normalmente branca. Pode ser feito usando papel, cartolina, TNT ou até mesmo uma parede. Quem vende produtos pequenos/médios pode fazer um miniestúdio com fundo infinito usando apenas uma caixa de papelão, folhas de papel e luzes artificiais, como o mostrado na imagem abaixo.

miniestudio caseiro

Fonte: Pinterest

  • Crie cenários para os seus produtos

Essa dica não vale para todo mundo, mas algumas lojas virtuais podem aproveitá-la para criar fotos mais criativas. É interessante fotografar o seu produto em um cenário que mostre o potencial dele. Por exemplo: a Tadah! (loja online de móveis) faz isso muito bem ao mesclar seus produtos com ambientes decorados. Isso ajuda o consumidor a imaginar como determinado item ficaria em sua própria casa.

loja tadah é bom exemplo de imagens no ecommerce

Fonte: Tadah!

  • Preste atenção na luz

A iluminação pode ser a diferença entre uma foto boa e uma ruim. Para imagens de produto, o mais recomendável é usar luz artificial e fazer as fotos em ambientes internos. Uma simples luminária com luz branca (dessas que você encontra em qualquer loja de variedades) já pode melhorar bastante o resultado final das suas imagens.

  • Tenha um tripé

O tripé pode fazer milagres pelas suas fotos! Ele facilita o enquadramento do produto e evita tremores que possam comprometer a qualidade da imagem. Vale a pena investir no equipamento ou fazer um substituto caseiro para ele.

  • Sempre edite suas imagens

A edição pode melhorar bastante o resultado final das suas fotos. Essa etapa serve para corrigir problemas com enquadramento, cor, foco e demais aspectos de uma imagem. E pode ficar tranquilo: você nem precisa ser muito entendido de fotografia ou informática para fazer isso! Alguns sites (como o Pixlr) permitem um processo bastante simplificado de edição de imagens.

Imagens e SEO caminham juntos

Além de serem importantes para os clientes, as imagens representam um fator de ranqueamento nos mecanismos de busca. Se quiser que o seu site esteja na primeira página do Google, você precisa pensar no SEO (Search Engine Optimization) das suas fotos.

  • Tome cuidado com o tamanho dos arquivos

Imagens muito pesadas tornam o carregamento do site mais lento, algo que o Google não vê com bons olhos. O recomendado é que suas fotos tenham algo entre 250 KB e 1 MB. Sites como o TinyPNG podem te ajudar a comprimir imagens sem perder qualidade, vale conferir.

  • Nomeie as suas imagens de forma explicativa

Quando salvar as suas fotos, tente usar nomes de arquivo que expliquem o conteúdo daquela imagem. Isso facilita a vida do Google. Como o algoritmo do buscador não consegue “ver” as imagens, ele utiliza as informações do arquivo para identificar do que aquela foto se trata. Ou seja: “torradeira-elétrica.jpg” é um nome de arquivo melhor que “57318THXW.jpg”.

exemplo de imagens com bons nomes de arquivo

  • Sempre preencha o campo “alt text”

Ao inserir uma imagem no seu site, você verá um campo chamado “alt text”. Ele tem a função de descrever o conteúdo de uma imagem, algo útil para pessoas com deficiência visual e também para o Google. O buscador utiliza o texto informado no alt text para compreender as suas fotos e exibi-las nos resultados de busca. Por isso, sempre dedique um tempinho para preencher esse campo. Um bom exemplo de alt text para a imagem acima seria “torradeira elétrica com duas fatias de pão”.

Avalie se o Pinterest faz sentido para o seu negócio

Nichos como moda, decoração, estética e artesanato podem se beneficiar bastante do Pinterest, uma rede social com mais de 300 milhões de usuários que está ganhando cada vez mais força no Brasil e no mundo.

Pinterest

Fonte: Pixabay

Ter uma conta no Pinterest pode ser ótimo para quem tem loja virtual, uma vez que 90% dos usuários dessa rede a utilizam para tomar decisões de compra. Além disso, o Pinterest permite que você insira links para o seu site nas publicações, o que o transforma em um poderoso gerador de tráfego.

Com certeza vale a pena avaliar se essa rede social focada em imagens pode contribuir para a estratégia do seu negócio!

Conclusão

A gente espera que as dicas deste texto sejam úteis para você de alguma forma! Afinal, ter boas fotos é essencial para qualquer loja virtual que queira oferecer uma boa experiência de compra para os consumidores e, consequentemente, vender mais.

Este conteúdo foi produzido pelo Melhor Envio, uma plataforma que oferece fretes mais competitivos para quem vende online. Quem usa a tecnologia do Melhor Envio consegue comparar preços e prazos entre múltiplas transportadoras e pode gerar fretes com praticidade pela internet.

About Lucas Zanini

Lucas é um jornalista que lê de tudo um pouco e escreve sobre um pouco de tudo. Integra o time de produção de conteúdo do Melhor Envio, uma plataforma que usa a tecnologia para conectar o e-commerce às transportadoras e simplificar a gestão de fretes de quem vende online.