Guerra nas Estrelas: 7 princípios de design da franquia [infográfico]

By Sara McGuire, Apr 29, 2020

guerra nas estrelas

O que há em Guerra nas Estrelas (Star Wars) que o torna, ainda hoje, um filme tão visualmente atraente?

Em um artigo de 1987 comemorando o aniversário de 10 anos de Star Wars, George Lucas declarou ousadamente que “um filme não é uma questão de técnica, mas de ideias.”

Enquanto as ideias são o que amarram um filme à sua essência, as técnicas de design usadas para transmiti-las têm um efeito profundo na experiência do espectador. Quando Guerra nas Estrelas (mais tarde intitulado Star Wars: Episódio IV: Uma Nova Esperança) estreou nos cinemas em 1977, US$220 milhões foram arrecadados durante a sua primeira exibição nos cinemas (US$859 milhões corrigidos), um recorde de bilheteria. As pessoas correram para os cinemas para assistir ao filme visualmente deslumbrante, que os críticos compararam a 2001: Uma Odisseia no Espaço em termos de seus efeitos especiais inovadores.

Dito isto, os efeitos especiais chamativos não são a única razão pela qual o filme foi tão bem-sucedido. Inegavelmente, o que fez de Uma Nova Esperança e suas duas sequências resistirem ao teste do tempo é sua história divertida e envolvente. O que possibilita a criação de uma história visual atemporal?

Alguns princípios de design muito básicos.

Voltamos à trilogia original de Guerra nas Estrelas para olhar mais de perto como os filmes empregaram princípios fundamentais de design para contar algumas das histórias mais amadas da história do cinema.

Aqui estão sete princípios de design de há muito tempo, em uma galáxia muito, muito distante…

Sete princípios de design em Guerra nas Estrelas

1. Profundidade
2. Contraste
3. Profundidade
4. Perspectiva
5. Simetria
6. Dicas direcionais
7. Repetição

Guerra nas Estrelas infografico



 

1. Profundidade

Hoje em dia, quase todos os filmes com notoriedade são lançados em 3D. Mas, mesmo nos filmes 2D tradicionais, as cenas não parecem uniformes. Isso ocorre porque o posicionamento dos objetos no plano visual cria a ilusão de espaço entre o plano de fundo, o plano médio e o primeiro plano da cena.

Os filmes da franquia Guerra nas Estrelas estão cheios de quadros que abrangem grandes extensões de espaço e paisagens vastas. Veja esta imagem do C-3PO e do R2-D2 no deserto de Tatooine em Uma Nova Esperança:

Guerra nas Estrelas infografico p´rofundidade

Os dois “animigos” (amigos-inimigos) robóticos parecem estar mais próximos do espectador, enquanto a nave espacial destruída está ao longe.

Se você dividir a cena em três seções, poderá ver que a ilusão de distância é criada colocando o C-3PO e o R2-D2 em foco no primeiro plano, sua aparência renderizada tridimensional pelo uso de luz e sombra, dando aos seus corpos uma aparência arredondada. Enquanto isso, a nave parece mais simples e desfocada em segundo plano.

A ilusão fica mais natural com a sobreposição dos elementos em todos os planos, criando o efeito de olhar de frente para os dois personagens e depois para a nave.

Guerra nas Estrelas infograficoGuerra nas Estrelas infografico

 

2. Contraste

O contraste é obtido colocando os elementos visuais opostos lado a lado. A justaposição de dois elementos, em especial de dois objetos de tamanhos opostos, pode criar um clima assustador ou de deslumbramento e grandeza.

Os filmes de Guerra nas Estrelas estão cheios de cenas que justapõem naves de tamanho impressionante com naves menores. Nesta cena de O Retorno de Jedi, nosso grupo de heróis é colocado em um pequeno veículo próximo da enorme nave de Jabba the Hutt.

Guerra nas Estrelas infografico

A colocação das naves lado a lado enfatiza a imponência da nave de Jabba the Hutt. Isso cria um clima desconfortável, pois Luke Skywalker e Han Solo parecem estar em desvantagem. Dito isto, ao contrastar as duas naves, a atenção do espectador é atraída para a nave menor por causa da tensão criada pela proximidade com o veículo maior. Enquanto a nave de Jabba the Hutt ocupa a maior parte do lado esquerdo da cena, a nave de Luke e Han se destaca no fundo.

Guerra nas Estrelas infografico [Infographic] 7 Essential Design Principles Star Wars Taught Us

3. Espaço negativo

Espaço negativo é o espaço em torno de um objeto que cria definição. Semelhante à maneira como um objeto maior, contrastado com um objeto menor, colocará o objeto menor em foco, usar o espaço negativo chama a atenção para o ponto focal em seu centro, proporcionando drama e tensão para uma cena.

O espaço negativo também permite uma pausa visual entre os objetos, facilitando o processamento para os espectadores. Se você deseja que a atenção do espectador se centre em um objeto específico, crie ao seu redor espaço negativo suficiente para impedir distrações. O agrupamento de vários objetos muito próximos dificulta a distinção entre eles (um efeito interessante, caso você queira demonstrar que todos os objetos fazem parte de um todo unificado).

Nesta cena, em que C-3PO está sozinho em Tatooine em Uma Nova Esperança, o espaço negativo do deserto ao seu redor proporciona maior foco à sua figura solitária.

Guerra nas Estrelas infografico espaco negativo

Isso define o C-3PO como o ponto focal da cena e enfatiza sua solidão no planeta desconhecido.

Guerra nas Estrelas infografico [Infographic] 7 Essential Design Principles Star Wars Taught Us

4. Perspectiva

A perspectiva cria composições dinâmicas e visualmente interessantes, permitindo que certos objetos se tornem mais dominantes, dependendo de onde são colocados. As linhas são usadas para direcionar a perspectiva, seja uma perspectiva de um ou dois pontos de fuga.

Parte do que tornou as cenas dos filmes da franquia Guerra nas Estrelas tão épicas foram as tomadas do exterior e do interior das naves, feita a partir de perspectivas dramáticas. Veja esta foto do segundo núcleo do reator da Estrela da Morte em O Retorno de Jedi:

Guerra nas Estrelas infografico perspectiva

As linhas retas do núcleo do reator apontam para baixo em forma de seta, criando a sensação de olhar para baixo. O efeito é aprimorado pelo uso de luz, que atrai o olhar do espectador para o ponto focal da foto, na base do núcleo.

A profundidade também desempenha seu papel na perspectiva, pois o tamanho e o posicionamento dos objetos nos vários planos contribuem para a ilusão da perspectiva.

Guerra nas Estrelas infograficoGuerra nas Estrelas infografico

5. Simetria

A simetria equilibra um design e destaca seu objeto focal. É possível criar simetria espelhando elementos de design em cada lado da composição e colocando objetos focais no meio dela.

Enquanto filmagens com objetos desequilibrados criarão o efeito de coisas confusas e fora de controle, uma filmagem simétrica confere um clima de uniformidade e ordem, como na cena no final de Uma Nova Esperança:

Guerra nas Estrelas infografico simetria

Luke Skywalker, Han Solo e Chewbacca são ladeados por fileiras idênticas de soldados. Eles andam por um caminho que leva diretamente ao centro da cena, com linhas retas apontando para o palco ao fundo. A simetria e o equilíbrio na cena são formais, agradáveis e conclusivos.

Guerra nas Estrelas infograficoGuerra nas Estrelas infografico

6. Dicas direcionais

Semelhantes à perspectiva, mas referem-se mais especificamente aos elementos que direcionam o olhar do espectador. As sugestões direcionais orientam a navegação do olhar através de elementos visuais em direção ao objeto focal. As dicas direcionais mais diretas são objetos colocados na direção em que você deseja levar a atenção do espectador, ou linhas ou setas levando a atenção do espectador para um objeto focal.

Nesta cena de O Império Contra-Ataca, as linhas e luzes no corredor da nave direcionam os olhos do espectador para Luke Skywalker.

Guerra nas Estrelas infografico dicas direcionais

Isso define Luke como o objeto focal.

Guerra nas Estrelas infograficoGuerra nas Estrelas infografico

7. Repetição

A repetição enfatiza uma ideia através do uso de elementos visuais repetidos, criando força e unidade entre os objetos. A repetição no design é obtida multiplicando-se elementos através de padrões, linhas e cores ou repetindo elementos muito próximos, para que pareçam pertencer ao mesmo grupo.

Nesta cena de O Retorno de Jedi, os stormtroopers estão alinhados em filas, o que cria o efeito de que são uma entidade unificada e enfatiza sua grande quantidade.

Guerra nas Estrelas infografico repeticao

Isso cria um contraste entre os stormtroopers e as figuras que se movem pelo caminho.

Guerra nas Estrelas infograficoGuerra nas Estrelas infografico

 

Princípios de design que resistem à prova do tempo

Seja seu design 3D ou simples, os princípios básicos de design usados na trilogia original de Guerra nas Estrelas foram experimentados e comprovados. Comum design é perfeito e eficaz, as ideias que o tornam atemporal podem brilhar.

FAQ

O que se comemora no dia 4 de Maio?

O Dia de Star Wars é comemorado no dia 4 de Maio. Isso porque os fãs fizeram um trocadilho com a frase mais famosa da franquia “May the Force be with you”, dizendo “May the Fourth be with you”. Taduzindo: Que o 4 de maio esteja com você.

Qual o significado da frase: “May the force be with you”?

Em português, “May the force be with you” significa “Que a Força esteja com você”.

Qual é a ordem cronológica dos filmes Star Wars?

– Episódio I: A Ameaça Fantasma (1999)
– Episódio II: Ataque dos Clones (2002)
– Episódio III: A Vingança dos Sith (2005)
– Episódio IV: Uma Nova Esperança (1977)
– Episódio V: O Império Contra-Ataca (1980)
– Episódio VI: O Retorno do Jedi (1983)
– Episódio VII: O Despertar da Força (2015)
– Episódio VIII: Os Últimos Jedi (2017)
– Episódio IX: A Ascensão Skywalker (2019)
 
Gostou do que viu aqui? Confira mais infográficos da cultura pop em nosso blog:

Todas as traições em Game of Thrones [Infográfico]

Vingadores: Ultimato – Tudo para você se preparar para o último filme

O infográfico deste artigo foi criado por Steve Shearer.

About Sara McGuire

Sara McGuire é gerente de marketing de conteúdo na Venngage. Quando não está escrevendo conteúdo orientado para pesquisa, ela gosta de avaliar música e conhecer o mais recente e descolado ponto culinário na sua cidade natal, Toronto.