8 estratégias para atrair clientes para o seu e-commerce

By Lívia Antunes, Jun 16, 2021

e-commerce estrategias

Os números do e-commerce brasileiro impressionam. Segundo a 6ª Edição do Relatório Neotrust, foram realizados mais de 300 milhões de pedidos online em 2020 no país, e o faturamento do setor alcançou a marca de R$ 126,3 bilhões. Um detalhe importante: cerca de 47% desses consumidores fizeram sua primeira compra pela internet em algum momento do último ano.

Não é à toa que falam que “a internet é a avenida mais movimentada do mundo”. Realmente, são milhões de potenciais clientes ao alcance de alguns cliques.

compra online

Fonte: Pixabay

Contudo, a concorrência também é grande! Afinal, cada vez mais empreendedores apostam no e-commerce como forma de alcançar um público maior para lojas físicas ou negócios que vendem apenas pelos meios online, como sites e redes sociais.

É nesse ponto que entra uma das maiores preocupações dos lojistas virtuais. Afinal, como atrair clientes para o seu e-commerce?

Bem, a verdade é que não existe uma fórmula mágica. Mas com alguma perseverança e muita estratégia, é possível ver os pedidos aumentarem a cada dia. Vamos conhecer algumas delas?

Como atrair clientes para o seu e-commerce

Antes de falar sobre algumas estratégias de atração de público, é importante conhecer o Marketing Digital. Afinal, as ferramentas mais usadas nesse sentido estão no mesmo lugar que a sua loja online: a internet.

Marketing Digital é um conjunto de ações e estratégias que divulgam uma marca, por meio dos mais variados canais online. Isso vale para redes sociais, vídeos no Youtube, blogs e até e-mail e WhatsApp, por exemplo.

1. Conheça o seu público

Para início de conversa, é preciso definir quem é o seu público e o que ele procura. Descubra para quem você quer vender, quais seus interesses, o que chama sua atenção e como a sua loja virtual e os seus produtos podem se destacar.

Isso porque todas as estratégias e ações vão ser, de alguma forma, direcionadas para esse público. Tenha sempre em mente que atrair as pessoas certas pode ser mais importante do que atrair muitas pessoas. Afinal, você quer que o visitante do site da loja online ou do perfil da rede social seja um consumidor em potencial, certo?

2. Redes sociais: esteja onde o seu público está

redes sociais

Fonte: Pixabay

Independente do público que você deseja alcançar, uma coisa é certa: as chances dessas pessoas usarem redes sociais são enormes. Com milhões de acessos diários, Facebook, Instagram, Twitter, TikTok e mesmo plataformas menos populares, como o Pinterest, estão entre as vitrines mais eficientes da internet. Então é claro que seu e-commerce também deve estar por lá!

Aqui é importante ir além de anúncios de produtos e valores. Faça postagens que conversem com os clientes em potencial, com conteúdos originais e que despertem seu interesse.

As redes sociais são uma excelente oportunidade de humanizar a relação entre marca e consumidor. Para isso, aposte em conteúdos que gerem engajamento, como respostas, marcações e compartilhamento das publicações, por exemplo.

Vale, também, conhecer as ferramentas de impulsionamento e anúncios pagos do Facebook Ads para publicações no Facebook e no Instagram. Os gastos são escolhidos de acordo com a estratégia do anunciante, que também pode segmentar o público-alvo de acordo com faixa etária, localização e variações de comportamento.

3. Anúncios pagos com o Google Ads e links patrocinados

O Google Ads e os links patrocinados seguem o mesmo caminho de pagar para que sua loja virtual apareça para mais gente. Mas, dessa vez, ela vai aparecer nas respostas do Google e em outros mecanismos de buscas.

Basicamente, com o Google Ads você pode “comprar” palavras-chaves, aquelas que costumam ser buscadas pelo seu público-alvo. Viu porque é tão importante saber quais os interesses dos possíveis clientes?

Assim como no Facebook Ads, é possível escolher o valor de investimento em links patrocinados, mas é bom saber que o custo de termos muito populares costuma ser mais alto. Uma alternativa, aqui, é investir em termos um pouco mais específicos, em busca de um público nichado.

4. Acesso orgânico e SEO

SEO é a sigla para Search Engine Optimization, ou Otimização para Mecanismos de Buscas em bom português. Enquanto o Google Ads pede um investimento para mostrar sua loja entre as respostas, o acesso orgânico e o SEO fazem com que o seu conteúdo se destaque pela relevância, livre de custos.

Uma boa maneira de ganhar essa relevância nas buscas orgânicas é se posicionar como autoridade de um assunto ou nicho, por meio de um blog e conteúdos em vídeo, por exemplo.

Mais uma vez, é preciso entender quais os interesses do seu público-alvo, para poder antecipar suas dúvidas, buscas ou questões e, claro, dar as respostas que eles procuram.

Construir um conteúdo relevante leva tempo, e é um trabalho em constante desenvolvimento. Contudo, é um caminho bem importante, já que também fortalece o relacionamento entre empresa e cliente.

5. Vídeo marketing

video marketing

Fonte: Pixabay

É impossível desconsiderar a importância dos vídeos na internet como ferramenta de marketing. Para dar uma ideia, o Youtube tem mais ou menos 1 bilhões de horas assistidas por dia. No Facebook Vídeos, esse número chega a 100 milhões de horas por dia, enquanto cerca de 500 milhões de pessoas acompanham os vídeos do Instagram Stories.

Então, o que você está esperando para usar os vídeos para atrair clientes para o seu e-commerce?

Embora peça alguns cuidados básicos, a produção de vídeo marketing digital não precisa representar um gasto alto. Muito pelo contrário! É possível fazer vídeos legais para Instagram ou TikTok, por exemplo, usando apenas o smartphone.

Vamos imaginar que você é dono de uma empresa de software erp, pode ser legal aparecer e falar um pouco sobre as tendências do mercado atual, o seu cliente irá se sentir mais próximo, pode apostar!

Os formatos podem ser bem variados, desde vídeos mais lúdicos até tutoriais, demos de produtos ou conteúdos educativos, seguindo o propósito de se colocar como autoridade dentro de um campo de interesse.

6. Incentive a primeira compra

As desconfianças em relação às compras pela internet ainda estão entre os obstáculos enfrentados pelos lojistas. Que tal dar uma forcinha e fazer com que o cliente confie na sua loja virtual? Afinal, se o interesse já foi criado, fica difícil resistir a uma boa promoção.

Uma das expressões preferidas dos consumidores é Frete Grátis. Ao desenvolver uma boa estratégia para as entregas da loja virtual, você pode considerar oferecer esse mimo aos clientes de primeira viagem!

Depois, é só garantir um atendimento eficiente e uma boa experiência em toda a jornada de compra, provando que ele fez bem em aproveitar a oferta!

7. Acompanhe os resultados

À medida em que essas estratégias para atrair clientes são implementadas, o lojista deve ficar de olho para saber o que teve uma boa resposta do público e o que pode ser melhorado.

Com o tempo é possível identificar, por exemplo, que tipo de publicação em redes sociais geram mais engajamento e quais promoções resultam no aumento dos pedidos.

Informações como essas são muito valiosas, uma vez que servem como base para os próximos passos do seu negócio!

8. Ofereça alternativas para os clientes

Depois de tantos posts em redes sociais, publicações em blogs e vídeos, os clientes começaram a chegar no seu e-commerce. Porém, não encontram a forma de pagamento ou as condições de entrega que consideram mais convenientes. E o que acontece? Eles vão sair da loja virtual sem comprar nada.

Para evitar que isso aconteça, ofereça a maior quantidade de alternativas viáveis em seu negócio, para que os consumidores tenham suas necessidades atendidas.

Por exemplo, pagamentos por cartão de crédito, boleto ou transferência bancária – inclusive por PIX – são os métodos mais procurados atualmente. Já nas entregas, não deixe de oferecer a escolha entre frete expresso ou econômico.

Felizmente, a tecnologia está aqui para ajudar! Uma plataforma de gestão de fretes permite que você trabalhe com diferentes transportadoras, e deixe o cliente escolher a mais conveniente para ele.

São pequenos detalhes que, muitas vezes, representam a diferença entre um carrinho abandonado e um pedido finalizado.

About Lívia Antunes

Uma plataforma gratuita de gestão de fretes, o Melhor Envio simplifica a logística de lojas online, oferecendo fretes mais baratos e acesso a diversas transportadoras de forma prática, integrada e sem cobrança de mensalidades ou número mínimo de envios.