Como evitar o contágio e a propagação do coronavírus (infográfico)

By venngage, Mar 19, 2020

How to Prevent Catching & Spreading Coronavirus

Nas últimas semanas, você provavelmente já ouviu falar muito sobre o surto de coronavírus.

Você pode até ter visto algumas declarações, fotos ou vídeos falsos sobre o assunto.

Como é o caso de qualquer notícia em andamento, parece haver muito medo e desinformação por aí.

Mas, ao contrário de algumas das outras notícias importantes, os médicos levarão algum tempo para descobrir exatamente com o que eles estão lidando. Especialmente porque muitos dos sintomas são os mesmos de um resfriado comum.

Então, o que você pode fazer para evitar a propagação do coronavírus?

Abaixo você encontrará uma ficha informativa útil, que pode ser compartilhada com colegas, amigos e familiares. Nossas informações vieram diretamente da página de Perguntas Frequentes do Center for Disease Control and Prevention sobre o coronavírus. Também compartilhamos alguns fatos para ajudá-lo a entender melhor a estirpe desse novo coronavírus.

 

Como evitar o contágio e a propagação do coronavírus?

A maioria dos especialistas afirma que é possível evitar o contágio e a propagação do coronavírus seguindo técnicas de prevenção muito comuns. Isso inclui o uso de procedimentos corretos de lavagem das mãos, cobrir a boca ao espirrar ou tossir e ficar longe de pessoas doentes.

Eles também dizem que a melhor maneira de evitar a infecção pelo 2019-NCov é ficar longe de qualquer um que tenha sido diagnosticado ou que esteja com suspeita de ter a doença.

America Disease Outbreaks Infographic Fact Sheet


 

Distanciamento social (e autoisolamento)

O distanciamento social é também uma medida de prevenção instada pelo CDC e por todas as instituições de saúde para impedir efetivamente a propagação da COVID-19, e é importante que ela seja praticada tanto quanto possível.

O que é distanciamento social? O distanciamento social é manter distância dos outros intencionalmente para evitar espalhar uma doença. Isso significa dispensar reuniões sociais, evitar espaços públicos e áreas lotadas etc. O cancelamentos de eventos esportivos e shows são exemplos de distanciamento social em larga escala. Confira este guia do Instagram, que explica detalhadamente sobre o distanciamento social.

Social Distancing Instagram Guidelines Template


 

Outro exemplo de distanciamento social são as organizações que incentivam os funcionários a trabalhar em casa e a se autoisolarem.

O autoisolamento (ficar em casa) pode parecer um pouco rigoroso. Não estamos habituados a ficar em casa por longos períodos de tempo. Ser produtivo, ativo e engajado nessas condições não é fácil e requer um pouco de criatividade.

Recentemente, os funcionários da Venngage começaram a trabalhar de remotamente. Para nos ajudar a gerenciar o dia-a-dia, nossa equipe de liderança montou este prático infográfico sobre como lidar com o autoisolamento:

9 Ways to Manage Self-Isolation Infographic Template


 

Fatos sobre o coronavírus

O surto de 2019-NCov foi considerado uma emergência global de saúde pela Organização Mundial da Saúde. Esta declaração permite à OMS coordenar uma resposta ao surto nas fronteiras internacionais e a colocar certas restrições de viagem em vigor, se necessário.

Aqui estão as respostas para algumas das perguntas mais comuns que as pessoas têm feito sobre o coronavírus.

Tenha em mente que algumas informações podem mudar à medida que a situação se desenrola. Para ficar a par das informações mais atuais, consulte os sites do CDC e da OMS .

 

O que é o coronavírus?

O coronavírus é um vírus comum que pode causar infecções respiratórias superiores na garganta, nariz ou seios nasais. A maioria dos coronavírus não é muito perigosa para os seres humanos se tratada corretamente, mas a infecção pelo 2019-NCoV levou a quase 500 mortes nos últimos meses .

O CDC informou que esta nova infecção também pode causar febre, tosse ou falta de ar nas pessoas.

 

Quais são os sintomas do coronavírus?

Os sintomas incluem tosse, corrimento nasal, dor de garganta e febre. Como esses sintomas são comuns a outras doenças, se você apresentar algum deles e tiver tido contato com alguém que tenha viajado recentemente para a China, recomenda-se consultar um médico.

A infecção pelo 2019-NCoV também pode causar febre, tosse e falta de ar nas pessoas infectadas.

 

Como o coronavírus se propaga?

O coronavírus se espalha através do ar por tosse e espirros, como muitas outras infecções respiratórias ou patógenos. Também pode ser transmitido ao tocar objetos comuns com os quais uma pessoa infectada entrou em contato, como uma porta ou assento do ônibus.

Com base no conhecimento atual, o CDC acredita que a infecção pelo 2019-NCoV se espalha de forma semelhante a outros coronavírus.

 

Como o coronavírus é diagnosticado?

Um médico ou profissional de saúde geralmente pode diagnosticar o coronavírus com um exame de sangue, mas o 2019-NCoV só pode ser diagnosticada pelo CDC neste momento .

Quanto tempo leva para surgirem os sintomas do 2019-NCov após a exposição?

Especialistas afirmam que leva entre 2 e 14 dias para que os sintomas do coronavírus 2019-NCoV sejam constatados.

 

Qual é o tratamento contra o coronavírus?

Geralmente, esta doença é tratada como um resfriado comum, ou seja, com muito descanso e ingestão de fluidos. Os médicos estão lidando com a infecção 2019-NCoV de forma semelhante, ajudando a aliviar os sintomas e apoiar as funções vitais dos órgãos.

 

Existe uma vacina para o coronavírus?

Atualmente, não existe vacina para o coronavírus comum ou a contra o 2019-NCoV. Como dissemos acima, você pode evitar a transmissão e o contágio seguindo técnicas básicas de prevenção.

 

De onde se originou o surto do coronavírus?

Acredita-se que o surto veio originalmente de Wuhan, na China. Se você viajou para essa área no último mês e está apresentando qualquer um dos sintomas acima, é aconselhável que você procure atendimento médico imediatamente.

 

Quem é mais suscetível ao coronavírus?

O coronavírus não discrimina e, como o resfriado comum, pode infectar qualquer pessoa através do contato com alguém doente.

Mas a doença é mais perigosa para os idosos ou pessoas com problemas médicos subjacentes.

Na verdade, as autoridades chinesas disseram que 80% das mortes foram de pessoas com mais de 60 anos e que também tinham alguma condição preexistente.

 

É possível contrair o coronavírus de gatos, cães ou outros animais?

Há muitos vírus diferentes na família coronavírus que são comuns em animais, no entanto, raramente eles fazem o salto para os seres humanos.

Se você acha que pode estar infectado com o 2019-NCoV, evite interagir com animais de estimação. Até o momento, os especialistas não têm certeza se a infecção pode se espalhar para eles.

 

Não somos médicos, por isso não se esqueça de verificar os sites do CDC e da OMS para se manter atualizado sobre quaisquer novidades. Lá você terá acesso as informações mais precisa sobre o surto de coronavírus.